A taxa SELIC mensal em setembro de 2019 foi de 0,46%. Nos últimos 12 meses, a SELIC acumula 6,27%. Em 2019, a SELIC acumulada é de 4,66%.

SELIC significa “Sistema Especial de Liquidação e de Custódia”. A SELIC é uma ferramenta de política monetária utilizada pelo Banco Central do Brasil para atingir a meta das taxas de juros estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (COPOM). A taxa SELIC é divulgada pelo Comitê de Política Monetária e tem vital importância na economia, pois as taxas de juros cobradas pelo mercado são balizadas pela mesma. A tabela abaixo apresenta a SELIC mensal contabilizada no ano de 2019.

SELIC MENSAL (%)
MÊS SELIC
Janeiro 0,54
Fevereiro 0,49
Março 0,47
Abril 0,52
Maio 0,54
Junho 0,47
Julho 0,57
Agosto 0,50
Setembro 0,46
Outubro
Novembro
Dezembro
Acumulado do ano 4,66

SELIC Mensal

Sobre a Taxa SELIC

A Taxa SELIC é considerada a taxa básica de juros da economia do Brasil. Ela é usada como referência para as demais taxas de juros do mercado. Além disto, é um instrumento da política monetária praticada pelo Governo. SELIC significa “Sistema Especial de Liquidação e de Custódia” que é um sistema informatizado criado em 1979 para o registro, custódia e liquidação de títulos públicos federais. Este sistema opera basicamente com títulos emitidos pelo Banco Central e pelo Tesouro Nacional, tais como: Letra do Tesouro Nacional e Nota do Tesouro Nacional.

Taxa SELIC Overnight

A taxa overnight é calculada pela média ponderada dos volumes das operações de financiamento por um dia no mercado interbancário. Estas operações são lastreadas em títulos públicos e realizadas no SELIC, através de operações compromissadas. A taxa indica então o custo do dinheiro para empréstimos bancários, com base na remuneração dos títulos públicos.

Esta taxa é usada como referência para operações de curtíssimo prazo entre os bancos quando estes tomam recursos emprestados de outros bancos por um dia. Nestas transações, os bancos oferecem títulos públicos como garantia, visando reduzir o risco, e, consequentemente, a remuneração da transação.

É comum que os bancos cheguem ao final do dia com um caixa abaixo do que deveriam ter na conta do Banco Central. Como as instituições financeiras são obrigadas a respeitar este valor, elas se veem obrigadas a tomar empréstimos de outros bancos. Esses empréstimos são de curtíssimo prazo (geralmente 1 dia) e têm como lastro os títulos públicos.

A taxa overnight é expressa na forma anual para 252 dias úteis. Não é fixa e varia praticamente todos os dias úteis dentro de um intervalo pequeno. Esta taxa tende a se aproximar da meta da SELIC.

Meta SELIC

A meta para a taxa SELIC é estabelecida pelo COPOM (Comitê de Política Monetária). Este comitê fixa periodicamente a meta para a Taxa SELIC para fins de política monetária. A partir de 01 de Janeiro de 1998 as taxas de juros passaram a ser fixadas de forma anualizada (365 dias com a taxa de juros correndo dia a dia). Cabe salientar também que o BCB informa o fator mensal e não a taxa de juros mensal.

O comitê surgiu em 1996, justamente com o propósito de definir a taxa de juros básica da economia e estabelecer as regras da quantidade de dinheiro em circulação no país.

A meta da taxa SELIC é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária. Em reuniões que acontecem apenas 8 vezes por ano o COPOM determina a meta da taxa para os próximos 45 dias.

Importância da Taxa SELIC

A taxa SELIC tem importância vital para a economia brasileira, pois as taxas de juros cobradas pelo mercado são balizadas pela mesma. Podemos dizer que a Taxa SELIC é o principal indicador econômico do mercado brasileiro.

E por que esta taxa é tão importante e como ela é usada na política monetária? A resposta está na inflação.

Quando a inflação dos preços na economia está alta e aumentando, o COPOM pode aumentar a taxa SELIC para conter esse processo. Como as taxas de juros da economia são balizadas na meta SELIC, o aumento da mesma acaba gerando um aumento das taxas praticadas no mercado tornando mais cara a obtenção de crédito. Com crédito mais cato a população consome menos. Diminuindo o consumo os preços dos produtos e serviços tendem a cair. O resultado é a queda da inflação.

O contrário também é verdadeiro, isto é, se o consumo estiver baixo e a inflação já estiver controlada, o COPOM poderá diminuir a meta SELIC para estimular a atividade econômica. A SELIC também tem influência sobre o câmbio. quando a Taxa SELIC está alta, muitos investidores externos fazem aplicações no Brasil atreladas aos juros. Assim, entram e circulam mais dólares na nossa economia, o que faz essa moeda se desvalorizar, enquanto o real ganha força.

SELIC Mensal Histórico

Abaixo você pode conferir também a sua série histórica da SELIC mensal, com a média mensal dos últimos 6 anos.

MÊS/ANO 2018 2017 2016 2015 2014 2013
Janeiro 0,5924 1,0939 1,0629 0,9426 0,85 0,6
Fevereiro 0,4723 0,8715 1,0095 0,8288 0,79 0,49
Março 0,5402 1,0603 1,1698 1,0478 0,77 0,55
Abril 0,5262 0,793 1,0629 0,9587 0,82 0,61
Maio 0,5262 0,9351 1,1163 0,9924 0,87 0,6
Junho 0,5262 0,8165 1,1698 1,0741 0,82 0,61
Julho 0,5513 0,8055 1,1163 1,1863 0,95 0,72
Agosto 0,5764 0,8107 1,2233 1,1163 0,87 0,71
Setembro 0,4759 0,6458 1,1163 1,1163 0,91 0,71
Outubro 0,5513 0,6228 1,0559 1,1163 0,95 0,81
Novembro 0,5513 0,5756 1,0453 1,0629 0,84 0,72
Dezembro 0,5011 0,5459 1,1311 1,1698 0,96 0,79

SELIC Mensal Histórico

Calculadora da SELIC

A Calculadora do Cidadão fornecida pelo Banco Central é uma aplicação interativa, de acesso público, que permite simular situações do cotidiano financeiro. Após a escolha do serviço financeiro, os cálculos são realizados a partir de informações fornecidas pelo usuário. No caso de correção de valores, também são utilizadas séries históricas de taxas e indicadores financeiros. Dentre as opções de correção de valores está a correção do CDI. Basta você entrar com a data inicial da aplicação, data final e valor a ser corrigido: