onde investir a reserva de emergencia

Onde Investir a Reserva de Emergência?

Reserva de emergência financeira ou colchão de segurança financeiro nada mais é do que uma provisão financeira alocada em investimento conservador, de baixo risco e de alta liquidez, que lhe permita resolver problemas financeiros imprevistos sem depender do salário, nem recorrer a empréstimos. O conceito mais importante no que diz respeito à reserva de emergência é a alta liquidez, isto é, a velocidade e facilidade com a qual um ativo pode ser convertido em caixa. Contudo, a liquidez possui duas dimensões: facilidade de conversão versus perda de valor. Qualquer ativo pode ser convertido em caixa rapidamente, desde que se reduza suficientemente o preço. Dito isto, o objetivo deste artigo é elencar opções de investimento para que você possa alocar sua reserva de emergência tendo em vista uma alta liquidez sem perda de valor no tempo investido e no ato do saque.

Um consenso entre educadores financeiros é que todo cidadão precisa ter uma reserva de emergência financeira. O que não é consenso diz respeito ao tamanho desta reserva e ao produto financeiro em que esta reserva deve estar alocada. Em se tratando do tamanho da reserva, podemos dizer que irá variar de acordo com a natureza da renda ativa que a pessoa possui. Por exemplo, microempresários precisarão ter uma reserva financeira maior do que funcionários públicos concursados. Em outras palavras, quando mais incerta é a renda ativa da pessoa, maior deverá ser a reserva de emergência. Estamos falando aqui de tamanho relativo e não absoluto, isto é, a reserva de emergência deve ser formada tendo em vista o gasto médio mensal da pessoa. Alguns exemplos:

  • Um microempresário que possui uma gasto fixo mensal médio de 10 mil reais deverá ter uma reserva de 24 meses de gastos, isto é, 24o mil reais.
  • Um funcionário público que possui uma gasto fixo mensal médio de 15 mil reais deverá ter uma reserva de 12 meses de gastos, isto é, 180 mil reais.

Estes são exemplos hipotéticos. Quanto mais segurança financeira você almejar maior deverá ser a poupança a ser formada. Contudo, entendemos que uma reserva de emergência não deve ser inferior a 12 meses, seja qual for a natureza da atividade remunerada da pessoa. Uma vez que você já tenha em mente o tamanho da sua reserva financeira, o próximo passo é definir o melhor local para alocar a mesma. Uma infinidade de produtos financeiros existe hoje no mercado, você terá então um leque de escolha bem vasto. Você poderá escolher um ou mais produtos, não há uma regra para isto, o importante mesmo é fazer  uma boa escolha tendo em vista a liquidez e a rentabilidade do investimento, lembrando que neste caso a liquidez é o requisito preponderante.

Pensando nisto, fizemos um questionamento na nossa conta de Twitter sobre o local onde deveríamos alocar uma reserva de emergência teórica. A pergunta foi feita da forma mais leiga possível, como se estivesse sendo feita por uma pessoa com pouquíssimos conhecimentos de investimento. As respostas variaram bastante, mas encontramos alguns bons produtos em consenso com muitos colegas investidores.… Leia Mais

investidores na bolsa

Como Investir em Renda Variável?

No mês passado, a B3 registrou mais de 1,3 milhão de cadastros de investidores pessoas físicas em ações, o que representa um crescimento de mais de 550 mil contas desde o começo do ano. Segundo a B3, o crescimento está surpreendendo, com uma média de quase 100 mil contas novas por mês. Esse movimento de maior interesse dos investidores acompanha a queda dos juros e a melhora das perspectivas para a economia. 

O aumento advém não só de mais pessoas que investem em ações, mas, principalmente, da saída de estrangeiros. O estrangeiro tem saído desde a segunda metade de 2018, que foi o primeiro ano que tivemos mais saída de fluxo do exterior do que entrada, devido a uma grande incerteza com as eleições.

O investidor brasileiro tem procurado agora investimentos com maior possibilidade de rentabilidade e por isto está tomando risco. Na medida que a taxa básica de juros da economia (SELIC) tem caído a níveis históricos cada vez mais baixos, as opções de investimentos em renda fixa como títulos públicos e CDBs ficam cada vez menos atrativas.

A Explosão dos FIIs

Se as ações são o tipo de investimento de renda variável mais conhecido pelas pessoas, os FIIs (fundos de investimento imobiliário) é que estão roubando a cena nesta retomada da bolsa brasileira. A categoria de investimentos que mais cresce no Brasil segue apresentando números excelentes. Confira no gráfico abaixo a evolução dos investidores de FIIs até o mês de julho de 2019:

investidores fiis

Evolução dos investidores de FIIs – Fonte: Boletim B3

Além do maior apetite ao risco do investidor, o atual momento do ciclo imobiliário também é outro fator que está atraindo investidores para os FIIs, isso porque já é possível constatar um reaquecimento do setor imobiliário, num contexto mais amplo. Confira no gráfico abaixo a evolução dos índices IFIX, IMOB e IBOVESPA…

rentabilidade renda variavel

Comprativo de rentabilidade dos índices – Fonte: Boletim B3

Como os Investidores Estão Investindo?

Na semana passada, realizei uma enquete na minha conta de Twitter como o seguinte questionamento: “Como você investe em renda variável?”. O resultado você confere abaixo:

como investir em renda variavel

Enquete “Como você investe em renda variável?”

Como você pode ver no resultado da enquete, a grande maioria das pessoas negocia (compra/vende) os ativos diretamente no mercado. Em segundo lugar aparece o grupo de pessoas que investe através das duas formas possíveis: por meio de fundos de investimento e negociando os ativos diretamente. Apenas 5% das pessoas investem apenas através de fundos ou ainda não investem em renda variável.

Investir Através de Fundos ou Negociar os Ativos Diretamente?

Na enquete, vimos que a maioria das pessoas escolher investir na renda variável negociando diretamente os ativos. Mas esta é a melhor opção para o investidor? No investimento através de um fundo, o investidor escolhe um produto específico (ou mais de um) para aplicar seu dinheiro. Assim, em vez de comprar ações, compra-se cotas do fundo e tem seu rendimento atrelado à valorização/desvalorização dessas cotas. Dessa forma, delega-se o dinheiro a um gestor profissional.… Leia Mais

bolsa de valores

Maiores Altas e Quedas da Bolsa de Valores nos Últimos 12 Meses

Neste exato momento (11:23), o IBOV –  principal índice da bolsa brasileira – opera na máxima do dia aos 107.950 pontos quebrando assim mais um recorde histórico. No pregão anterior, o índice já tinha quebrado mais um recorde ao fechar o pregão com 107.381 pontos na expectativa da aprovação da reforma da previdência no Senado. Não só a aprovação da reforma impulsiona a bolsa de valores nos últimos dias. No cenário externo, a guerra comercial entre EUA e China perdeu boa parte de sua intensidade, com as partes mostrando-se mais propensas ao diálogo.

A aprovação da Reforma da Previdência foi aguardada com atenção pelos agentes de mercado por dois motivos: por um lado, há o fechamento desse capítulo e a formalização do montante a ser economizado com as novas regras; por outro, abre-se caminho para que outras pautas prioritárias — como as reformas administrativa e tributária — sejam discutidas no Congresso. Contudo, pode-se dizer que a aprovação final pelo mercado já estava precificada e o mercado agora mira nas próximas reformas.

Nos últimos 12 meses, dezenas de papéis entre ações e FIIs tiveram altas significativas, alguns superando os 200% de rendimento como pode ser visualizado na tabela ao final do artigo. Com a eleição do presidente Jair Bolsonaro, que trouxe consigo uma equipe econômica platina e comandada por Paulo Guedes, o mercado comprou a ideia de um governo liberal e pró-reformista. Porém, a alta verificada nestes últimos meses é apenas uma parte de um ciclo mais amplo que teve início no começo de 2016 como pode ser visto no gráfico abaixo:

maiores altas bolsa valores

Ou seja, estamos agora no pico de uma onda de alta que já dura quase 4 anos. Alguns analistas dizem que isto é apenas o início de um ciclo econômico de retomada que poderá durar mais alguns anos, desde que as reformas sendo implementadas realmente resolvam o problema fiscal brasileiro. Por outro lado, outros analistas afirmam que a economia dos EUA e da Europa está à beira de um colapso que poderia frear por aqui uma possível retomada da economia. Será?!

Fato é que as taxas de juros aqui no Brasil estão cada vez menores, o que leva o investidor a procurar opções de investimento mais arrojadas como ações e FIIs. Mas o afrouxamento monetário não tem feito o esperado até o momento pois a inflação está cada vez mais baixa, sinal de que o mercado não está reagindo. Segundo o relatório Visão Geral da Conjuntura do IPEA de junho de 2019, a economia brasileira desacelerou em relação às taxas de crescimento observadas em meados de 2017, quando a recuperação ganhava corpo.

Neste cenário, medidas pontuais, como a liberação de FGTS, podem estimular o consumo, mas o choque que pode tirar a economia do ciclo vicioso em que se encontra deve vir das expectativas, isto é, do aumento da confiança, começando pelo equacionamento do problema fiscal. Sendo assim, a redução da SELIC, em conjunto com a melhora nos índices de confiança, contribuiria para um ambiente econômico mais propício a investimentos e consumo.… Leia Mais

easynvest

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Easynvest para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Easynvest, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da corretora. Em seguida, deverá acessar o menu “Minha Conta” e depois escolher a opção “Imposto de Renda”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

banco do nordeste

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco do Nordeste para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco do Nordeste, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
xp investimentos

Como Consultar o Informe de Rendimentos da XP Investimentos para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da XP Investimentos, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da corretora. Em seguida, deverá acessar o menu “Minha Conta” e depois escolher a opção “Imposto de Renda”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

odontoprev

Como Consultar o Informe de Rendimentos da OdontoPrev para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da OdontoPrev, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Dedução de IR”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A OdontoPrev, empresa de capital aberto, é a líder em planos odontológicos na América Latina, com mais de 6 milhões de beneficiários. A rede credenciada de cirurgiões dentistas da OdontoPrev é altamente especializada, com aproximadamente 28 mil profissionais.… Leia Mais

banco itau unibanco

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Itaú para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Itaú, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “Informe de Rendimentos” no campo de busca. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Itaú Unibanco é o maior banco privado do Brasil – e uma das maiores empresas do mundo, segundo ranking da Forbes, levando em conta atributos como negócios gerados, ativos e valor de mercado.… Leia Mais

bradesco

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Bradesco para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Bradesco, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar na caixa de pesquisa a palavra “informe” e depois escolher a opção “Informe de Rendimentos”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
unimed

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Unimed para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Unimed, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora. Em seguida, deverá escolher a sua unidade da Unimed e entrar com seu número de cartão e data de nascimento. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil, presente em mais de 80% do território nacional. O Sistema nasceu em 1967 e hoje é composto por centenas de cooperativas médicas, que prestam assistência para mais de 18 milhões de clientes em todo País.… Leia Mais

sicoob

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Sicoob para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Sicoob, o contribuinte deverá acessar sua conta através do portal Sicoob com o login e a senha eletrônica. Em seguida, deverá acessar na “Conta Corrente” a opção “Informe de Rendimentos”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Sicoob é o maior sistema financeiro cooperativo do país com mais de 4,3 milhões de cooperados, 2,8 mil pontos de atendimento, distribuídos em todo Brasil.… Leia Mais

prevent senior

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Prevent Senior para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Prevent Senior, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

  1. Clique em “Portal do Beneficiário” no canto superior direito do site.
  2. Digite o seu número de matrícula (disponível na carteirinha do beneficiário) e senha.
    Importante: caso nunca tenha acessado o Portal, siga o passo a passo e faça seu cadastro.
Leia Mais
banco next

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Next para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Next, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “Informe de Rendimentos” no campo de busca ou então selecionar a opção no menu de funções. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
banco safra

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Safra para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Safra, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Banco Safra é um banco privado brasileiro.… Leia Mais

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Sicredi para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Sicredi, o contribuinte deverá acessar sua conta através do portal Sicredi com o login e a senha eletrônica. Em seguida, deverá acessar na “Conta Corrente” a opção “Informe de Rendimentos”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Sicredi é uma instituição financeira cooperativa com mais de 2,9 milhões de associados e 1.334 pontos de atendimento, em 11 Estados* do País.… Leia Mais

santander

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Santander para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Santander, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá clicar em “Conta Corrente” e depois em “Informe de Rendimentos 2020”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
btg pactual

Como Consultar o Informe de Rendimentos do BTG Pactual para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco BTG Pactual, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
dix amico

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Dix Amico para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Dix Amico, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Dix Amico é um dos maiores planos de saúde do Brasil, com quase 1 milhão de clientes. A Dix Amico é mais uma força do grupo Amil. Nasceu da união de duas grandes empresas de saúde: de um lado, a Dix , do Rio de Janeiro, a operadora de planos de saúde que mais cresce no país e que possui um dos melhores índices de saúde financeira (IGO), atestado pela Agência Nacional da Saúde.… Leia Mais

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Mediservice para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Mediservice, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Mediservice é uma empresa do Grupo Bradesco Seguros dedicada à operação de planos de saúde na modalidade de administração por pós-pagamento, cujos serviços são pautados em conceitos de gestão, norteados pelos princípios da inovação, criatividade e agilidade, atuando com a flexibilidade e os avanços tecnológicos esperados pelas grandes empresas.… Leia Mais

banco rendimento

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Rendimento para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Rendimento, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Desde a sua fundação, em 1992, o Banco Rendimento tem um relacionamento próximo com os seus clientes e busca, com tecnologia e agilidade, encontrar as melhores soluções para diferentes estratégias de negócio.… Leia Mais

fgts pis

Como Consultar Extrato FGTS para o Imposto de Renda?

Há duas formas principais de consultar o Extrato FGTS para o imposto de renda 2020 sem sair de casa: A primeira opção de consulta é através do aplicativo FGTS. A segunda opção de consulta é através da emissão de Extrato FGTS online no site da Caixa Econômica Federal. Neste artigo, iremos aprender a realizar estas duas consultas do informe de rendimentos FGTS para elaboração do ajuste anual de imposto de renda. Lembramos que, além destas consultas, o beneficiário também pode obter o extrato FGTS nas agências da Caixa ou nas Casas Lotéricas. Porém, para mais conforto ao cidadão, a Caixa recomenda que a impressão do informe seja feita pelo aplicativo ou pelo site.

Apesar do FGTS ser um rendimento isentos de imposto de renda, o trabalhador que perdeu emprego no ano passado e não teve renda porém recebeu FGTS pode ser obrigado a declarar o imposto de renda em 2020. Quem sacou o FGTS inativo também precisará verificar se está obrigado a entregar a declaração do imposto de renda. Não há cobrança de imposto em relação ao recurso sacado, mas é necessário informar a renda, pois irá justificar a variação patrimonial na declaração de ajuste anual.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. As declarações devem ser entregues até o dia 30 de abril de 2020. Quem perder o prazo precisará pagar uma multa de 1% do imposto devido por mês de atraso até o limite de 20% do valor ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior custo. Mesmo sem renda de emprego, o trabalhador que recebeu FGTS no ano passado pode ser obrigado a declarar o imposto de renda em 2020. Veja a seguir os principais critério de obrigatoriedade de entrega da declaração:

  • Qualquer pessoa que tiver recebido no ano passado renda tributável de mais de R$ 28.559,70 precisa fazer a declaração de imposto de renda neste ano. Salário, por exemplo, é um rendimento tributável. Valores recebidos do INSS também são tributáveis. Ou seja, aposentados também ficam obrigados a fazer a declaração do imposto de renda, caso seus rendimentos, somados, sejam superiores a R$ 28.559,70.
  • Quem recebeu rendimentos não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte que, somados, resultem em valor superior a R$ 40 mil, também está obrigado a fazer a declaração de imposto de renda. Entre os rendimentos não tributáveis estão dividendos, indenizações, heranças, doações recebidas, dentre outros. Já os rendimentos tributáveis exclusivamente na fonte são os valores recebidos em concursos e sorteios, prêmios em dinheiro ou ganhos na loteria, além de juros sobre capital próprio.
  • O contribuinte que tem bens ou direitos cujo valor, somados, superem R$ 300 mil também precisa fazer a declaração do imposto de renda. Quem teve, em qualquer mês de 2019, algum ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos ao pagamento de imposto de renda terá que fazer a declaração. É o caso, por exemplo, de quem vendeu um apartamento ou realizou operações na bolsa de valores, bolsa de mercadorias ou de futuros.
Leia Mais