melhores acoes da bolsa

Ações que os Investidores Estão Comprando na Bolsa

O educador financeiro Thiago Nigro, mais conhecido como “O Primo Rico”, recentemente postou uma pergunta aos seus seguidores do Twitter: “Qual a última ação que você comprou na bolsa?” Enquetes como esta são interessantes para “sentir” o que os pequenos investidores estão fazendo no mercado financeiro. Claro que é uma amostra muito reduzida da população de pequenos investidores do país, mas achei oportuno fazer a contabilização das respostas para conhecer as ações preferidas do público neste momento da bolsa.

Não por acaso, o maior número de votos foi para a “ação do momento” da bolsa de valores: BIDI (Banco Inter). Este papel tem subido tando que já está sendo considerado a bolha BIDIcoin, será mesmo?! Em seguida vem a holding Itausa (ITSA) que continua muito querida pelos pequenos investidores mesmo com a proliferação dos bancos digitais que ameaçam o reinado de bancões como o Itaú. Em terceiro lugar vem a platinada Magalu (MGLU) que dispensa maiores comentários. Empatadas no quarto lugar aparecem as polêmicas OIBR e VVAR. Esta última já vem dando bons lucros para os investidores que resolveram assumir os riscos, mas a OI continua dando dor de cabeça para os investidores mais arrojados.

Ação Votos
BIDI 21
ITSA 17
MGLU 13
OIBR 8
VVAR 8
SUZB 7
JHSF 6
ABEV 4
KLBN 4
MDIA 4
NEOE 4
PMAM 4
WIZS 4
B3SA 3
BPAC 3
ENBR 3
GRND 3
SLCE 3
SQIA 3
TRIS 3
VALE 3
VLID 3
WEGE 3
FLRY 2
GGBR 2
ODPV 2
PETR 2
PRIO 2
AMAR 1
ANIM 1
BBAS 1
BBDC 1
BPAN 1
BRKM 1
CGAS 1
CMIG 1
CSAN 1
CSNA 1
CVCB 1
ETER 1
EZTC 1
FESA 1
GBIO 1
GOAU 1
HAPV 1
HBOR 1
INEP 1
JBSS 1
JPSA 1
JSLG 1
Krot 1
LCAM 1
LEVE 1
LOGG 1
LOGN 1
MFRG 1
MOVI 1
PSSA 1
RAIL 1
RDNI 1
RLOG 1
SEER 1
SGPS 1
TECN 1
TIET 1
TPIS 1
TRPL 1
VRTA 1
VULC 1
WLMM 1
XPML 1

Atenção: Este site não faz recomendações e este post não passa de uma contabilização desprovida de qualquer sentido quantitativo que possa lhe servir de indicativo para investimento. Lembre-se que o “efeito manada” é um dos mais perigosos quando se fala em bolsa de valores.

Leia Mais

Alaska Black Master Fundo de Investimento em Ações

Nome do Fundo: ALASKA BLACK MASTER FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES – BDR NÍVEL I

Classe: Fundo de Ações
Início: 17/09/2010
Patrimônio: R$ 3,6 bi

alaska black master fundo de investimento em acoes

Evolução ano-a-ano com as sete principais posições acionárias da carteira. Dados colhidos no mês de abril de cada ano. Fonte: CVM

Alaska Black FIC FIA BDR Nível I

É um fundo de ações destinado a investidores qualificados. Investe no mínimo 67% do seu patrimônio em ações, com limite de exposição de 100%  e tem a possibilidade de investir em BDRs. O fundo também pode atuar nos mercados de juros, moedas e índices. Administrado pelo BTG Pactual, o fundo tem como benchmark o IPCA + 6% a.a.. É recomendado para clientes com horizonte de investimento de longuíssimo prazo. O fundo compra cotas do Alaska Black Master FIA.

Investimento Inicial: R$ 5.000,00
Cota de Aplicação: D+1 (útil)
Cota de Resgate: D+30 (corridos)
Pagamento: D+2 (úteis) após cotização
Resgate Antecipado: 5% de multa sobre a cota de resgate
Cota de Resgate Antecipado: D+1 (útil)
Pagamento de Resgate Antecipado: D+4 (úteis) após a cotização
Imposto de Renda: Alíquota de 15% sobre o ganho líquido, descontada do valor do pagamento, já deduzidas as taxas de administração e performance
Perfil de Risco: Agressivo

Alaska Black FIC FIA II BDR Nível I

É um fundo de ações destinado ao público em geral. O fundo investe no mínimo 67% do seu patrimônio em ações (incluindo BDRs), com limite de exposição de 100% e tem a possibilidade de investir em BDRs. O fundo também pode atuar nos mercados de juros, moedas, índices. Administrado pelo BTG Pactual, o fundo tem como benchmark o Ibovespa. É recomendado para clientes com horizonte de investimento de longuíssimo prazo. O fundo compra cotas do Alaska Black Master FIA.

Investimento Inicial: R$ 1.000,00
Limite Máximo de Investimento: R$ 250.000,00
Cota de Aplicação: D+1 (útil)
Cota de Resgate: D+30 (corridos)
Pagamento: D+2 (úteis) após cotização
Resgate Antecipado: 5% de multa sobre a cota de resgate
Cota de Resgate Antecipado: D+1 (útil)
Pagamento de Resgate Antecipado: D+4 (úteis) após a cotização
Imposto de Renda: Alíquota de 15% sobre o ganho líquido, descontada do valor do pagamento, já deduzidas as taxas de administração e performance
Perfil de Risco: Agressivo

Fonte: Alaska Asset Management

Leia Mais

Alaska Poland Fundo de Investimento de Ações Bdr Nível 1

Nome do Fundo: ALASKA POLAND FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES – BDR NIVEL 1

Classe: Fundo de Ações
Início: 01/08/2003
Patrimônio: R$ 3,2 bi

alaska poland

Evolução ano-a-ano com as três principais posições acionárias da carteira. Dados colhidos no mês de dezembro de cada ano. Fonte: CVMLeia Mais

Receita Federal

Consulta CNPJ

Este tutorial irá explicar como consultar, de forma grátis e simples, um CNPJ na base de dados oficial da Receita Federal. Para fazer a consulta, você precisará ter em mãos o número do CNPJ da empresa.

O CNPJ está para uma empresa assim como o CPF está para um cidadão, isto é, o CNPJ serve como identificação para as entidades empresariais assim como o o CPF serve de identificação para as pessoas. O termo CNPJ significa Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Este cadastro engloba todos os dados de entidades empresariais que estão no interesse das administrações do Estado, do Distrito Federal e do Município. Todas as pessoas físicas que objetivam desenvolver atividades empresariais visando lucro devem obter um CNPJ, em nome de uma pessoa jurídica.

O CNPJ possui no seu cadastro todos os dados básicos de cadastro de uma empresa, como por exemplo, nome da entidade, natureza jurídica, data de abertura, descrição das atividades econômicas, situação cadastral, proprietário, endereço, quadro societário e diversas outras informações que são de interesse administrativo dos órgãos públicos.

Um número típico de CNPJ possui o formato XX.XXX.XXX/YYYY-ZZ, sendo que X compreende a identificação e Z o dígito verificador. Os 8 primeiros números formam a identificação da empresa. Os quatro números após a barra foram um sufixo que serve para identificar a unidade de atuação da empresa e os dois últimos números formam o dígito verificador.

Além de servir como um registro de identificação de uma empresa para a Receita Federal, o CNPJ é usado no mercado em geral para financiamentos, elaboração de contratos para empresas contratantes e contratadas, aberturas de contas jurídicas e diversas outras finalidades.

Consulta CNPJ

A falta de informações no momento de uma negociação, principalmente com clientes e fornecedores, afeta 90% das organizações. Os problemas que surgem são vários, como CNPJ bloqueado ou empresa em situação irregular. Por isto, uma das principais utilidades da consulta CNPJ é a informação detalhada de uma empresa. Através da nossa consulta CNPJ, você tem acesso a informações fundamentais de uma empresa, tais como quadro societário, situação cadastral do CNPJ, endereços e telefones.

Desta forma, é fundamental fazer a consulta CNPJ antes de assinar qualquer contrato ou acordo com outra empresa. Com a consulta CNPJ, problemas graves podem ser evitados devido a quantidade de informações que você pode extrair, minimizando ao máximo os riscos de uma surpresa desagradável no processo final de acordo com um cliente ou fornecedor.

Como Consultar um CNPJ na Base de Dados da Receita Federal (Forma Grátis)?

Para consultar o CNPJ de uma empresa no banco de dados da Receita Federal de forma grátis, você precisará acessar o seguinte endereço:

www.receita.fazenda.gov.br/pessoajuridica/cnpj/cnpjreva/cnpjreva_solicitacao2.asp

ou acessar este endereço:

www.receita.fazenda.gov.br/PessoaJuridica/CNPJ/cnpjreva/Cnpjreva_Solicitacao.asp

Feito isto, será apresentada a seguinte tela:

consulta cnpj

Nesta tela, você precisará digitar o número desejado no campo CNPJ (sem barra, traço e ponto). Em seguida deverá confirmar que você não é um robô clicando a opção “Não sou um robô”. Feito isto bastará clicar o botão “Consultar”. A seguinte tela será apresentada:

consulta cnpj gratis

No final da página, você encontrará um botão chamado “Consulta QSA / Capital Social”.… Leia Mais

lista de fiis

CNPJ dos FIIs e Administradoras de Fundos de Investimento Imobiliário

Conhecer o CNPJ de uma empresa é uma condição importantíssima caso você queira fazer algum tipo de negociação com a mesma. O CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) armazena dados importantíssimos sobre uma empresa tais como: data de abertura, atividade econômica, endereço, situação cadastral, quadro societário e capital social. Pensando nisto, listamos os CNPJs das administradoras de FIIs, bem como os CNPJs dos próprios fundos imobiliários.

Caso você seja um investidor de bolsa de valores, também é muito importante ter em mãos o CNPJ dos fundos de investimento imobiliário listados. Algo que poucos investidores faz é consultar o CNPJ das administradoras e dos FIIs nos quais investem. Geralmente olha-se os múltiplos fundamentalistas dos fundos mas quase ninguém realiza a consulta do CNPJ. É apenas durante o preenchimento da declaração anual de imposto de renda que o investidor tem contato com o CNPJ dos seus fundos e suas administradoras. Para auxiliar o investidor, tando no processo de consulta do CNPJ quando no processo de declaração do imposto de renda, montamos esta lista dos principais FIIs da bolsa brasileira

Lista de FIIs da Bolsa Brasileira com CNPJ

A tabela abaixo apresenta a lista de FIIs da bolsa de valores brasileira. A primeira coluna apresenta o código e o nome do fundo. A segunda coluna apresenta o CNPJ. A terceira coluna apresenta a administradora. Caso você tenha dúvidas em relação à declaração de FIIs no imposto de renda, sugiro a leitura deste tutorial de declaração.

FII CNPJ Administrador
ABCP11 – Grand Plaza Shopping 01.201.140/0001-90 Rio Bravo Investimentos
ALMI11 – Torre Almirante 07.122.725/0001-00 BTG Pactual
ALZR11 – Alianza Trust Renda Imobiliária 28.737.771/0001-85 BTG Pactual
ANCR11B – Ancar IC 07.789.135/0001-27 Genial Investimentos Corretora de Valores
ATSA11B – Atrium Shopping Santo André 12.809.972/0001-00 Credit Suisse Hedging-Griffo
BBFI11B – BB Progressivo 07.000.400/0001-46 Caixa Econômica Federal
BBPO11 – BB Progressivo II 14.410.722/0001-29 Votorantim Asset Management
BBRC11 – BB Renda Corporativa 12.681.340/0001-04 Votorantim Asset Management
BBVJ11 – BB Votorantim Cidade Jardim Continental Tower 10.347.985/0001-80 Votorantim Asset Management
BCFF11 – BTG Pactual Fundo de Fundos 11.026.627/0001-38 BTG Pactual
BCIA11 – Bradesco Carteira Imobiliária Ativa 20.216.935/0001-17 Banco Bradesco
BCRI11 – Banestes Recebíveis Imobiliários 22.219.335/0001-38 Banco Fator
BMII11 – Brasilio Machado 02.027.437/0001-44 Rio Bravo Investimentos
BMLC11B – BM Brascan Lajes Corporativas 14.376.247/0001-11 BTG Pactual
BNFS11 – Banrisul Novas Fronteiras 15.570.431/0001-60 Oliveira Trust
BPFF11 – Brasil Plural Absoluto Fundo de Fundos 17.324.357/0001-28 Genial Investimentos Corretora de Valores
BRCR11 – BTG Pactual Corporate Office 08.924.783/0001-01 BTG Pactual
BTCR11 – BTG Pactual Crédito Imobiliário 29.787.928/0001-40 BTG Pactual
BVAR11 – Brasil Varejo 21.126.204/0001-43 Rio Bravo Investimentos
CARE11 – Brazilian Graveyard and Death Care 13.584.584/0001-31 Planner Corretora de Valores
CBOP11 – Castello Branco Office Park 17.144.039/0001-85 Credit Suisse Hedging-Griffo
CEOC11 – Cyrela Commercial Properties 15.799.397/0001-09 BTG Pactual
CNES11 – CENESP 13.551.286/0001-45 BTG Pactual
CPTS11B – Capitania Securities 18.979.895/0001-13 BNY Mellon Serviços Financeiros
CTXT11 – Centro Têxtil Internacional 00.762.723/0001-28 Rio Bravo Investimentos
CXCE11B – Caixa Cedae 10.991.914/0001-15 Caixa Econômica Federal
CXRI11 – Caixa Rio Bravo 17.098.794/0001-70 Caixa Econômica Federal
CXTL11 – Caixa TRX Logística Renda 12.887.506/0001-43 Caixa Econômica Federal
DOMC11 – Reag Renda Imobiliária 17.374.696/0001-19 CM Capital Markets
DRIT11B – Multigestão Renda Comercial 10.456.810/0001-00 Rio Bravo Investimentos
EDFO11B – Edifício Ourinvest 06.175.262/0001-73 Oliveira Trust
EDGA11 – Edifício Galeria 15.333.306/0001-37 BTG Pactual
ELDO11B – Eldorado 13.022.994/0001-99 Rio Bravo Investimentos
EURO11 – EUROPAR 05.437.916/0001-27 Coinvalores CCVM
FAED11 – Anhanguera Educacional 11.179.118/0001-45 BTG Pactual
FAMB11B – Edifício Almirante Barroso 05.562.312/0001-02 BTG Pactual
FCAS11 – Edifício Castelo 10.993.386/0001-33 BTG Pactual
FCFL11 – Campus Faria Lima 11.602.654/0001-01 BTG Pactual
FEXC11 – BTG Pactual Fundo de CRI 09.552.812/0001-14 BTG Pactual
FFCI11 – Rio Bravo Renda Corporativa 03.683.056/0001-86 Rio Bravo Investimentos
FIGS11 – General Shopping Ativo e Renda 17.590.518/0001-25 Socopa Sociedade Corretora Paulista
FIIB11 – Industrial do Brasil 14.217.108/0001-45 Coinvalores CCVM
FIIP11B – RB Capital Renda I 08.696.175/0001-97 Oliveira Trust
FIVN11 – Vida Nova 17.854.016/0001-64 Oliveira Trust
FIXX11 – Fator IFIX 17.329.029/0001-14 Banco Fator
FLMA11 – Continental Square Faria Lima 04.141.645/0001-03 BR Capital DTVM
FLRP11 – Floripa Shopping 10.375.382/0001-91 BTG Pactual
FMOF11 – Memorial Office 01.633.741/0001-72 Coin DTVM
FOFT11 – CSHG TOP FOFII 2 16.875.388/0001-04 Credit Suisse Hedging-Griffo
FPAB11 – Projeto Agua Branca 03.251.720/0001-18 Coin DTVM
FPNG11 – Pedra Negra Renda Imobiliária 17.161.979/0001-82 BR Capital DTVM
FVBI11 – VBI FL 4440 13.022.993/0001-44 BTG Pactual
FVPQ11 – Via Parque Shopping 00.332.266/0001-31 Rio Bravo Investimentos
GGRC11 – GGR Covepi Renda 26.614.291/0001-00 CM Capital Markets
GRLV11 – CSHG GR Louveira 17.143.998/0001-86 Credit Suisse Hedging-Griffo
HCRI11 – Hospital da Criança 04.066.582/0001-60 BTG Pactual
HFOF11 – Hedge Top FOFII 3 18.307.582/0001-19 Genial Investimentos Corretora de Valores
HGBS11 – CSHG Brasil Shopping 08.431.747/0001-06 Credit Suisse Hedging-Griffo
HGCR11 – CSHG Recebíveis Imobiliários 11.160.521/0001-22 Credit Suisse Hedging-Griffo
HGJH11 – CSHG JHSF Prime Offices 11.260.134/0001-68 Credit Suisse Hedging-Griffo
HGLG11 – CSHG Logística 11.728.688/0001-47 Credit Suisse Hedging-Griffo
HGRE11 – CSHG Real Estate 09.072.017/0001-29 Credit Suisse Hedging-Griffo
HGRU11 – CSHG Renda Urbana 29.641.226/0001-53 Credit Suisse Hedging-Griffo
HTMX11 – Hotel Maxinvest 08.706.065/0001-69 BTG Pactual
IRDM11 – Iridium Recebíveis Imobiliários 28.830.325/0001-10 BTG Pactual
JPPC11 – JPP Capital 17.216.625/0001-98 Banco Finaxis
JRDM11 – Shopping Jardim Sul 14.879.856/0001-93 BTG Pactual
JSRE11 – JS Real Estate Multigestão 13.371.132/0001-71 Banco J.
Leia Mais
banco itau unibanco

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Itaú para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Itaú, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “Informe de Rendimentos” no campo de busca. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

O Itaú Unibanco é o maior banco privado do Brasil – e uma das maiores empresas do mundo, segundo ranking da Forbes, levando em conta atributos como negócios gerados, ativos e valor de mercado.… Leia Mais

bradesco

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Bradesco para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Bradesco, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar na caixa de pesquisa a palavra “informe” e depois escolher a opção “Informe de Rendimentos”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Leia Mais
caixa economica

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Caixa para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Caixa Econômica Federal, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá acessar a página “Minha Conta” e nela clicar a opção “Informe de Rendimentos IRPF”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Leia Mais
banco do brasil

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco do Brasil para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco do Brasil, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “informe” na caixa de pesquisa. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

​O Banco do Brasil foi criado em 12 de outubro de 1808, por meio de um alvará do príncipe regente D.… Leia Mais

banco inter

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Inter para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Inter, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking. No menu lateral, deverá clicar a opção “Serviços”. Em seguida, deverá clicar a opção “Informe de Rendimentos (IR)”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

banco do nordeste

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco do Nordeste para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco do Nordeste, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Leia Mais
banrisul

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banrisul para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco Banrisul, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

O Banco Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A) é um banco estatal gaúcho, com foco de negócios na Região Sul do Brasil.… Leia Mais

banco votorantim

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Votorantim para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco Votorantim, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

O Banco Votorantim é um banco brasileiro formado por uma parceria estratégica entre o Banco do Brasil (BB) e Votorantim S.A.… Leia Mais

banco rendimento

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Rendimento para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Rendimento, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Desde a sua fundação, em 1992, o Banco Rendimento tem um relacionamento próximo com os seus clientes e busca, com tecnologia e agilidade, encontrar as melhores soluções para diferentes estratégias de negócio.… Leia Mais

banco safra

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Safra para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Safra, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

O Banco Safra é um banco privado brasileiro.… Leia Mais

btg pactual

Como Consultar o Informe de Rendimentos do BTG Pactual para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco BTG Pactual, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Leia Mais

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Nubank para o Imposto de Renda?

A Nubank ainda não disponibiliza na sua plataforma eletrônica (site a aplicativo) o informe de rendimentos para declaração de imposto de renda. O documento é enviado por e-mail aos correntistas até o final de fevereiro. Caso não tenha recebido o seu, entre em contato com a empresa em um destes canais de atendimento.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

A NuConta do Nubank não é nem uma conta corrente e nem uma poupança. Ela é uma modalidade de conta chamada “conta de pagamentos”, que permite que o dinheiro depositado nela seja aplicado em Títulos Públicos Federais e fique sempre rendendo. Se você é um dos clientes da Nuconta, então este artigo será muito útil quando for fazer sua declaração anual de imposto de renda.

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

Como Consultar Extrato INSS para o Imposto de Renda?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já disponibilizou o Informe de Rendimentos ano-base 2018, para declaração do imposto de renda pessoa física 2019. O extrato já está disponível desde ontem (14/02/2019). Há duas formas de consultar o Extrato INSS para o imposto de renda 2019 sem sair de casa: A primeira opção de consulta é através do aplicativo Meu INSS. A segunda opção de consulta é através da emissão de Extrato INSS online no site da Previdência Social. Neste artigo, iremos aprender a realizar estas duas consultas do informe de rendimentos INSS para elaboração do ajuste anual de imposto de renda. Lembramos que, além destas consultas, o beneficiário também pode obter o extrato INSS nas agências de Previdência Social. Porém, para mais conforto ao cidadão, o INSS recomenda que a impressão seja feita na internet ou nos terminais de autoatendimento dos bancos.

Os aposentados e pensionistas beneficiários da Previdência Social já podem consultar o Extrato INSS para o Imposto de Renda 2019. O Extrato do INSS é o documento oficial da Previdência Social que comprova o recebimento dos benefícios previdenciários. Nesse informe de rendimentos são detalhados os valores dos benefícios, eventuais descontos, bônus e a data de recebimento dos valores. Trata-se do documento oficial para comprovação de rendimentos tributáveis e isentos a serem declarados no programa de ajuste anual do imposto de renda da pessoa física (DIRPF) 2019, ano base 2018.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. As declarações devem ser entregues até o dia 30 de abril de 2019. Quem perder o prazo precisará pagar uma multa de 1% do imposto devido por mês de atraso até o limite de 20% do valor ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior custo. Para evitar este gasto desnecessário, confira a seguir se você está obrigado a fazer a declaração.

  • Qualquer pessoa que tiver recebido no ano passado renda tributável de mais de R$ 28.559,70 precisa fazer a declaração de imposto de renda neste ano. Salário, por exemplo, é um rendimento tributável. Valores recebidos do INSS também são tributáveis. Ou seja, aposentados também ficam obrigados a fazer a declaração do imposto de renda, caso seus rendimentos, somados, sejam superiores a R$ 28.559,70.
  • Quem recebeu rendimentos não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte que, somados, resultem em valor superior a R$ 40 mil, também está obrigado a fazer a declaração de imposto de renda. Entre os rendimentos não tributáveis estão dividendos, indenizações, heranças, doações recebidas, dentre outros. Já os rendimentos tributáveis exclusivamente na fonte são os valores recebidos em concursos e sorteios, prêmios em dinheiro ou ganhos na loteria, além de juros sobre capital próprio.
  • O contribuinte que tem bens ou direitos cujo valor, somados, superem R$ 300 mil também precisa fazer a declaração do imposto de renda. Quem teve, em qualquer mês de 2018, algum ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos ao pagamento de imposto de renda terá que fazer a declaração.
Leia Mais
banco next

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Next para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Next, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “Informe de Rendimentos” no campo de busca ou então selecionar a opção no menu de funções. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2019. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Leia Mais