onde investir a reserva de emergencia

Onde Investir a Reserva de Emergência?

Reserva de emergência financeira ou colchão de segurança financeiro nada mais é do que uma provisão financeira alocada em investimento conservador, de baixo risco e de alta liquidez, que lhe permita resolver problemas financeiros imprevistos sem depender do salário, nem recorrer a empréstimos. O conceito mais importante no que diz respeito à reserva de emergência é a alta liquidez, isto é, a velocidade e facilidade com a qual um ativo pode ser convertido em caixa. Contudo, a liquidez possui duas dimensões: facilidade de conversão versus perda de valor. Qualquer ativo pode ser convertido em caixa rapidamente, desde que se reduza suficientemente o preço. Dito isto, o objetivo deste artigo é elencar opções de investimento para que você possa alocar sua reserva de emergência tendo em vista uma alta liquidez sem perda de valor no tempo investido e no ato do saque.

Um consenso entre educadores financeiros é que todo cidadão precisa ter uma reserva de emergência financeira. O que não é consenso diz respeito ao tamanho desta reserva e ao produto financeiro em que esta reserva deve estar alocada. Em se tratando do tamanho da reserva, podemos dizer que irá variar de acordo com a natureza da renda ativa que a pessoa possui. Por exemplo, microempresários precisarão ter uma reserva financeira maior do que funcionários públicos concursados. Em outras palavras, quando mais incerta é a renda ativa da pessoa, maior deverá ser a reserva de emergência. Estamos falando aqui de tamanho relativo e não absoluto, isto é, a reserva de emergência deve ser formada tendo em vista o gasto médio mensal da pessoa. Alguns exemplos:

  • Um microempresário que possui uma gasto fixo mensal médio de 10 mil reais deverá ter uma reserva de 24 meses de gastos, isto é, 24o mil reais.
  • Um funcionário público que possui uma gasto fixo mensal médio de 15 mil reais deverá ter uma reserva de 12 meses de gastos, isto é, 180 mil reais.

Estes são exemplos hipotéticos. Quanto mais segurança financeira você almejar maior deverá ser a poupança a ser formada. Contudo, entendemos que uma reserva de emergência não deve ser inferior a 12 meses, seja qual for a natureza da atividade remunerada da pessoa. Uma vez que você já tenha em mente o tamanho da sua reserva financeira, o próximo passo é definir o melhor local para alocar a mesma. Uma infinidade de produtos financeiros existe hoje no mercado, você terá então um leque de escolha bem vasto. Você poderá escolher um ou mais produtos, não há uma regra para isto, o importante mesmo é fazer  uma boa escolha tendo em vista a liquidez e a rentabilidade do investimento, lembrando que neste caso a liquidez é o requisito preponderante.

Pensando nisto, fizemos um questionamento na nossa conta de Twitter sobre o local onde deveríamos alocar uma reserva de emergência teórica. A pergunta foi feita da forma mais leiga possível, como se estivesse sendo feita por uma pessoa com pouquíssimos conhecimentos de investimento. As respostas variaram bastante, mas encontramos alguns bons produtos em consenso com muitos colegas investidores.… Leia Mais

lista de fiis

CNPJ dos FIIs e Administradoras de Fundos de Investimento Imobiliário

Conhecer o CNPJ de uma empresa é uma condição importantíssima caso você queira fazer algum tipo de negociação com a mesma. O CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) armazena dados importantíssimos sobre uma empresa tais como: data de abertura, atividade econômica, endereço, situação cadastral, quadro societário e capital social. Pensando nisto, listamos os CNPJs das administradoras de FIIs, bem como os CNPJs dos próprios fundos imobiliários.

Caso você seja um investidor de bolsa de valores, também é muito importante ter em mãos o CNPJ dos fundos de investimento imobiliário listados. Algo que poucos investidores faz é consultar o CNPJ das administradoras e dos FIIs nos quais investem. Geralmente olha-se os múltiplos fundamentalistas dos fundos mas quase ninguém realiza a consulta do CNPJ. É apenas durante o preenchimento da declaração anual de imposto de renda que o investidor tem contato com o CNPJ dos seus fundos e suas administradoras. Para auxiliar o investidor, tando no processo de consulta do CNPJ quando no processo de declaração do imposto de renda, montamos esta lista dos principais FIIs da bolsa brasileira

Lista de FIIs da Bolsa Brasileira com CNPJ

A tabela abaixo apresenta a lista de FIIs da bolsa de valores brasileira. A primeira coluna apresenta o código e o nome do fundo. A segunda coluna apresenta o CNPJ. A terceira coluna apresenta a administradora. Caso você tenha dúvidas em relação à declaração de FIIs no imposto de renda, sugiro a leitura deste tutorial de declaração.

FII CNPJ Administrador
ABCP11 – Grand Plaza Shopping 01.201.140/0001-90 Rio Bravo Investimentos
ALMI11 – Torre Almirante 07.122.725/0001-00 BTG Pactual
ALZR11 – Alianza Trust Renda Imobiliária 28.737.771/0001-85 BTG Pactual
ANCR11B – Ancar IC 07.789.135/0001-27 Genial Investimentos Corretora de Valores
ATSA11B – Atrium Shopping Santo André 12.809.972/0001-00 Credit Suisse Hedging-Griffo
BBFI11B – BB Progressivo 07.000.400/0001-46 Caixa Econômica Federal
BBPO11 – BB Progressivo II 14.410.722/0001-29 Votorantim Asset Management
BBRC11 – BB Renda Corporativa 12.681.340/0001-04 Votorantim Asset Management
BBVJ11 – BB Votorantim Cidade Jardim Continental Tower 10.347.985/0001-80 Votorantim Asset Management
BCFF11 – BTG Pactual Fundo de Fundos 11.026.627/0001-38 BTG Pactual
BCIA11 – Bradesco Carteira Imobiliária Ativa 20.216.935/0001-17 Banco Bradesco
BCRI11 – Banestes Recebíveis Imobiliários 22.219.335/0001-38 Banco Fator
BMII11 – Brasilio Machado 02.027.437/0001-44 Rio Bravo Investimentos
BMLC11B – BM Brascan Lajes Corporativas 14.376.247/0001-11 BTG Pactual
BNFS11 – Banrisul Novas Fronteiras 15.570.431/0001-60 Oliveira Trust
BPFF11 – Brasil Plural Absoluto Fundo de Fundos 17.324.357/0001-28 Genial Investimentos Corretora de Valores
BRCR11 – BTG Pactual Corporate Office 08.924.783/0001-01 BTG Pactual
BTCR11 – BTG Pactual Crédito Imobiliário 29.787.928/0001-40 BTG Pactual
BVAR11 – Brasil Varejo 21.126.204/0001-43 Rio Bravo Investimentos
CARE11 – Brazilian Graveyard and Death Care 13.584.584/0001-31 Planner Corretora de Valores
CBOP11 – Castello Branco Office Park 17.144.039/0001-85 Credit Suisse Hedging-Griffo
CEOC11 – Cyrela Commercial Properties 15.799.397/0001-09 BTG Pactual
CNES11 – CENESP 13.551.286/0001-45 BTG Pactual
CPTS11B – Capitania Securities 18.979.895/0001-13 BNY Mellon Serviços Financeiros
CTXT11 – Centro Têxtil Internacional 00.762.723/0001-28 Rio Bravo Investimentos
CXCE11B – Caixa Cedae 10.991.914/0001-15 Caixa Econômica Federal
CXRI11 – Caixa Rio Bravo 17.098.794/0001-70 Caixa Econômica Federal
CXTL11 – Caixa TRX Logística Renda 12.887.506/0001-43
Leia Mais
grafico mortes covid por milhao

Estatísticas do COVID no Brasil e no Mundo

Estaremos postando aqui a evolução dos casos de COVID-19 no Brasil e no Mundo. Para isto, iremos registrar o número de mortes por milhão do Corona Vírus.

Em número absoluto de mortes, o Brasil é hoje o sexto país. Mas se considerar o número de mortes por milhão de habitantes o Brasil passa ser o décimo segundo da lista. Confira:

mortes covid por milhao

Cada país tem uma maneira diferente de contabilizar as mortes causadas por covid-19. No entanto, existe um padrão: a maioria contabiliza os falecidos que foram submetidos ao teste e deram positivo para o coronavírus.

A Bélgica tem menos da metade das mortes dos países mais afetados pela pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. No entanto, sua taxa de mortalidade por essa doença é a mais alta do mundo. Essa disparidade tem sido chamada de paradoxo da Bélgica.

Embora os números da Bélgica estejam longe das Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália ou Espanha, a Bélgica tem o pior índice de óbitos por grupo de 100 milhão de habitantes. A alta taxa de mortalidade belga se deve à maneira como o país europeu passou a contar as mortes causadas pelo patógeno.

A Bélgica contabiliza não apenas o número de mortes confirmadas por coronavírus, mas também todos os casos suspeitos, incluindo todas as mortes ocorridas em casas de repouso. Esse é um método diferente do usado por muitos dos países mais afetados pela pandemia, que contam apenas mortes por coronavírus que ocorrem em hospitais.

Qual é a Trajetória de Infecção?

Uma rápida “taxa de duplicação” pode significar grandes problemas, já que mesmo países com sistemas avançados de saúde podem ficar sobrecarregados com o grande número de casos. Esse foi o caso da região da Lombardia, na Itália, onde os hospitais estavam sobrecarregados e um número crescente de equipes médicas fica em quarentena após testes positivos para o vírus. Quase 10% dos pacientes com COVID-19 na Lombardia necessitaram de cuidados intensivos, o que levou os recursos ao seu ponto de ruptura. Outros países procuram evitar essa situação “achatando a curva” da pandemia . Em outras palavras, prevenir e retardar a propagação do vírus para que grandes porções da população não fiquem doentes ao mesmo tempo.

grafico corona virus europa 13-04

Gráfico de Casos de COVID-19 na Europa – Fonte: Visual Capitalist

Onde Tudo Começou

O COVID-19 começou sua escalada no fim de 2019 em Wuhan, cidade com 11 milhões de habitantes localizada na China Central. Os relatos inicias indicavam que uma ‘doença misteriosa’ estava infectando as pessoas rapidamente, desencadeando pneumonia. Em janeiro deste ano, a China anunciou as primeiras mortes e, na sequência, o crescimento desenfreado de registros.

grafico corona virus china

Gráfico de Casos de COVID-19 na China – Fonte: Visual Capitalist

Nos últimos dias, teorias da conspiração sobre a Covid-19 circularam na internet. Elas defendem que o vírus SARS-CoV-2 havia sido criado em laboratório pelos chineses. Mas uma pesquisa publicada na Nature Medicine desmente essa ideia, e mostra que o vírus, na verdade, é produto de evolução natural.

Assim que a doença começou a se propagar em Wuhan, na China, os cientistas do país sequenciaram o genoma do vírus e tornaram os dados públicos.… Leia Mais

financiamento de imovel

Habitação Foi o Melhor Investimento do Mundo nos Últimos 150 Anos!

Já sabemos que brasileiro tem predileção para investimentos em imóveis. É a forma de investimento preferida por aqui. Mas será que esta classe de ativo tem bom rendimento ao longo dos anos? E se compararmos com outras formas de investimento como ações? Será que é melhor? Um estudo de economistas renomados nos trouxe estas respostas. Confira!

A rentabilidade de investimento em ativos ocupa um lugar especial na história do pensamento econômico. De John Stuart Mill a Karl Marx, os pensadores mais influentes dedicaram grande parte de seu tempo ao estudo de lucros. Hoje, a taxa de retorno sobre o capital desempenha um papel fundamental na formação dos atuais debates macroeconômicos. Os retornos de ativos encapsulam características fundamentais sobre a dinâmica de uma economia, como atitudes em relação a riscos e preferências em relação ao retorno esperado.

Melhor Investimento do Mundo nos Últimos 150 Anos

Ações trarão altos para os investidores, mas de tempos em tempos trarão também algum tipo de susto. Títulos do tesouro o manterão seguro, mas não o farão rico. Imóveis? Esse é o melhor dos dois mundos. Nos países ricos, no longo prazo, os investimentos imobiliários geram retornos semelhantes às ações, além de proporcionar a baixa volatilidade dos títulos.

Este é o argumento do estudo “The Rate of Return on Everything, 1870–2015” dos economistas da Universidade da Califórnia-Davis, da Universidade de Bonn, e do Deutsche Bundesbank. Através de uma coleta de dados histórica, os pesquisadores reuniram os retornos anuais de títulos do tesouro, ações e moradias residenciais de 1870 a 2015 para 16 países ricos, como EUA, Alemanha e Japão.

Eles concluíram que, no país rico médio, o retorno anual da habitação durante esse período foi de 7,05% quando ajustado pela inflação, enquanto o retorno sobre as ações foi de 6,89%. Ao mesmo tempo, o risco associado à moradia foi bem menor: a habitação tem cerca da metade do risco das ações e é um pouco menos arriscada do que os títulos.

retorno investimento imobiliario

Os retornos totais dos imóveis residenciais estão em pé de igualdade com os retornos das ações – em média, cerca de 7% ao ano -, mas são muito menos voláteis. Fonte: Quartz

A razão pela qual essas descobertas chamaram atenção ​​é que elas se defrontam com as teorias econômicas de avaliação de ativos, que sugerem que ativos arriscados, como ações, devam ter retornos mais altos. Mas não é assim, escrevem os autores. Os economistas não oferecem uma explicação para a descoberta, mas esperam que outros pesquisadores usem seus dados para tentar resolver o enigma.

Embora a habitação tenha tido um desempenho melhor do que as ações em geral, houve grandes diferenças entre os 16 países incluídos no estudo. Em 3,3%, o retorno extra que você obteria sobre a habitação em comparação com o investimento em ações foi maior na França, onde os investimentos em ações foram particularmente baixos devido à devastação da Segunda Guerra Mundial, uma onda de nacionalizações de empresas privadas após a guerra e uma crise do petróleo na década de 1960.… Leia Mais

Como Consultar Extrato INSS para o Imposto de Renda?

Há duas formas de consultar o Extrato INSS para o imposto de renda 2020 sem sair de casa: A primeira opção de consulta é através do aplicativo Meu INSS. A segunda opção de consulta é através da emissão de Extrato INSS online no site da Previdência Social. Neste artigo, iremos aprender a realizar estas duas consultas do informe de rendimentos INSS para elaboração do ajuste anual de imposto de renda. Lembramos que, além destas consultas, o beneficiário também pode obter o extrato INSS nas agências de Previdência Social. Porém, para mais conforto ao cidadão, o INSS recomenda que a impressão seja feita na internet ou nos terminais de autoatendimento dos bancos.

Os aposentados e pensionistas beneficiários da Previdência Social já podem consultar o Extrato INSS para o Imposto de Renda 2020. O Extrato do INSS é o documento oficial da Previdência Social que comprova o recebimento dos benefícios previdenciários. Nesse informe de rendimentos são detalhados os valores dos benefícios, eventuais descontos, bônus e a data de recebimento dos valores. Trata-se do documento oficial para comprovação de rendimentos tributáveis e isentos a serem declarados no programa de ajuste anual do imposto de renda da pessoa física (DIRPF) 2020, ano base 2019.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. As declarações devem ser entregues até o dia 30 de abril de 2020. Quem perder o prazo precisará pagar uma multa de 1% do imposto devido por mês de atraso até o limite de 20% do valor ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior custo. Para evitar este gasto desnecessário, confira a seguir se você está obrigado a fazer a declaração.

  • Qualquer pessoa que tiver recebido no ano passado renda tributável de mais de R$ 28.559,70 precisa fazer a declaração de imposto de renda neste ano. Salário, por exemplo, é um rendimento tributável. Valores recebidos do INSS também são tributáveis. Ou seja, aposentados também ficam obrigados a fazer a declaração do imposto de renda, caso seus rendimentos, somados, sejam superiores a R$ 28.559,70.
  • Quem recebeu rendimentos não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte que, somados, resultem em valor superior a R$ 40 mil, também está obrigado a fazer a declaração de imposto de renda. Entre os rendimentos não tributáveis estão dividendos, indenizações, heranças, doações recebidas, dentre outros. Já os rendimentos tributáveis exclusivamente na fonte são os valores recebidos em concursos e sorteios, prêmios em dinheiro ou ganhos na loteria, além de juros sobre capital próprio.
  • O contribuinte que tem bens ou direitos cujo valor, somados, superem R$ 300 mil também precisa fazer a declaração do imposto de renda. Quem teve, em qualquer mês de 2019, algum ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos ao pagamento de imposto de renda terá que fazer a declaração. É o caso, por exemplo, de quem vendeu um apartamento ou realizou operações na bolsa de valores, bolsa de mercadorias ou de futuros.

Como Consultar o Extrato INSS para Imposto de Renda no Site Online?

Leia Mais
banco itau unibanco

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Itaú para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Itaú, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “Informe de Rendimentos” no campo de busca. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Itaú Unibanco é o maior banco privado do Brasil – e uma das maiores empresas do mundo, segundo ranking da Forbes, levando em conta atributos como negócios gerados, ativos e valor de mercado.… Leia Mais

santander

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Santander para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Santander, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá clicar em “Conta Corrente” e depois em “Informe de Rendimentos 2020”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Mediservice para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Mediservice, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Mediservice é uma empresa do Grupo Bradesco Seguros dedicada à operação de planos de saúde na modalidade de administração por pós-pagamento, cujos serviços são pautados em conceitos de gestão, norteados pelos princípios da inovação, criatividade e agilidade, atuando com a flexibilidade e os avanços tecnológicos esperados pelas grandes empresas.… Leia Mais

caixa economica

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Caixa para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Caixa Econômica Federal, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá acessar a página “Minha Conta” e nela clicar a opção “Informe de Rendimentos IRPF”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
banco do brasil

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco do Brasil para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco do Brasil, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá digitar “informe” na caixa de pesquisa. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

​O Banco do Brasil foi criado em 12 de outubro de 1808, por meio de um alvará do príncipe regente D.… Leia Mais

intermedica

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Intermédica para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da NotreDame Intermedica, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) é pioneiro em Medicina Preventiva e oferece as melhores soluções em saúde e odontologia. Fundado em 1968 e sediado em São Paulo (SP), o GNDI opera planos de saúde, planos odontológicos e saúde ocupacional.… Leia Mais

omint

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Omint para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Omint, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A prevenção e a promoção da saúde são parte fundamental do lema da Omint, que tem como base primordial um atendimento sempre próximo e humano. A qualidade sempre foi prioridade, e é a razão pela qual a empresa adota uma norma internacional mundialmente reconhecida, a ISO 9001, para creditar seus processos de atendimento com o que existe de mais criterioso em certificações.… Leia Mais

amil

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Amil para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Amil, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Imposto de Renda”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A Amil está há mais de 30 anos no mercado de planos de saúde. Em 2013, a americana UnitedHealth comprou 96,8% das ações em circulação no mercado da sua controlada Amil, por R$ 2,878 bilhões.… Leia Mais

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Nubank para o Imposto de Renda?

A Nubank ainda não disponibiliza na sua plataforma eletrônica (site a aplicativo) o informe de rendimentos para declaração de imposto de renda. O documento é enviado por e-mail aos correntistas até o final de fevereiro. Caso não tenha recebido o seu, entre em contato com a empresa em um destes canais de atendimento.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Como ler o Informe de Rendimentos Nubank?

É importante lembrar: hoje os depósitos na conta do Nubank podem ser feitos em RDB, na conta de pagamentos ou em ambos. Isso muda o formato e tamanho do informe de rendimentos Nubank que você vai receber.

Se o seu informe de rendimentos tiver uma página, você possui depósitos somente em RDB ou na conta de pagamentos e deverá declarar no Imposto de Renda normalmente conforme os dados do informe de rendimentos único;

Se o seu informe de rendimentos tiver duas páginas, você possui depósitos tanto em RDB quanto na conta de pagamentos e, por isso, deverá declarar no Imposto de Renda duas vezes, com CNPJs distintos, conforme os dados que constam nos dois informes de rendimentos.… Leia Mais

banco inter

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Inter para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos do Banco Inter, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking. No menu lateral, deverá clicar a opção “Serviços”. Em seguida, deverá clicar a opção “Informe de Rendimentos (IR)”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

banco votorantim

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco Votorantim para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco Votorantim, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

O Banco Votorantim é um banco brasileiro formado por uma parceria estratégica entre o Banco do Brasil (BB) e Votorantim S.A.… Leia Mais

xp investimentos

Como Consultar o Informe de Rendimentos da XP Investimentos para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da XP Investimentos, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da corretora. Em seguida, deverá acessar o menu “Minha Conta” e depois escolher a opção “Imposto de Renda”. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. … Leia Mais

easynvest

Como Consultar o Informe de Rendimentos da Easynvest para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da Easynvest, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da corretora ou o aplicativo. Para acessar pelo aplicativo acesse a opção Mais > Extrato e relatórios > Informe de Rendimentos. Após selecionar os dados o Informe 2020 será enviado para seu e-mail cadastrado na Easynvest. Para acessar pelo portal acesse o menu Mais > Relatórios > Informe de Rendimentos ou clique aqui para baixar o PDF com os dados do seu IR 2020. Pronto, o extrato de rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os rendimentos da caderneta.… Leia Mais

banco do nordeste

Como Consultar o Informe de Rendimentos do Banco do Nordeste para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de Rendimentos do Banco do Nordeste, o contribuinte deverá acessar sua conta através do internet banking com os números de agência, conta e senha eletrônica. Em seguida, deverá selecionar a opção “Informe de Rendimentos” selecionando o ano-calendário. Pronto, o extrato de Rendimentos estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu informe de Rendimentos, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de Rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os Rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para bancos, corretoras que precisam informar aos clientes os saldos de contas-correntes, cadernetas de poupança e investimentos.

No caso dos empregadores, o informe de Rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de Rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, Rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de Rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre Rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos

Os informes de Rendimentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet.

Se o contribuinte preferir receber o informe de Rendimentos em papel, pode solicitar ao banco, corretora ou empresa, sem custos adicionais. Caso o informe for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à instituição financeira ou empresa. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Os bancos deverão disponibilizar a todos correntistas um informe de Rendimentos, contendo, por exemplo, os valores depositados na conta-corrente e na poupança, bem como os Rendimentos da caderneta. Estarão discriminados, ainda, saldos e Rendimentos de aplicações financeiras tais como CDBs, LCIs, LCAs e outros títulos.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

Leia Mais
odontoprev

Como Consultar o Informe de Rendimentos da OdontoPrev para o Imposto de Renda?

Para consultar o informe de rendimentos da OdontoPrev, o contribuinte deverá acessar sua conta através do site da operadora com seu login e senha eletrônica. Em seguida, deverá ir na área de serviços e clicar em “Dedução de IR”. Pronto, o demonstrativo de pagamento estará disponível para download. Parece simples – e realmente é – mas algumas pessoas ainda sentem dificuldades neste tipo de operação. Com tantos recursos tecnológicos e informações disponíveis, está cada vez mais fácil fazer sua própria declaração de imposto de renda. Porém, ainda podemos encontrar algumas dificuldades. Pensando nisto, elaboramos este tutorial para te ajudar a entender como obter o seu extrato de pagamentos do plano de saúde, que é um documento indispensável para elaboração da sua declaração.

As empresas tem até o dia 28 de fevereiro para disponibilizar o informe de rendimentos a seus empregados e aos profissionais que lhes prestam serviços como autônomos. O documento é necessário para a declaração de imposto de renda da pessoa física, pois inclui todos os rendimentos recebidos pelo contribuinte no ano anterior. O mesmo vale para as operadoras de plano de saúde que precisam informar aos clientes os pagamentos realizados no ano passado.

No caso dos empregadores, o informe de rendimentos apresenta o valor pago aos trabalhadores no exercício anterior (ano-base), incluindo férias, 13º salário e desconto de contribuição para o INSS, assim como o imposto retido na fonte e as deduções aplicadas. No caso de bancos e corretoras, o informe de rendimentos apresenta informações tais como: saldo de aplicações financeiras, rendimentos de aplicações financeiras, imposto de renda retido, dentre outros dados.

De acordo com a legislação, caso o informe de rendimentos não seja disponibilizado no prazo, contenha erros ou omita informações, o emissor fica sujeito a pagar R$ 41,43 por documento. A empresa que prestar informações falsas sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte está sujeita a uma multa de 300% sobre o valor que foi indevidamente declarado. A mesma penalidade é aplicada ao contribuinte que se aproveitar da irregularidade.

Informe de Rendimentos e Extratos de Pagamentos

Os informes de rendimentos e os extratos de pagamentos são necessários para o correto preenchimento da declaração de imposto de renda de 2020. Os dados dos informes ajudam a Receita Federal a cruzar informações e verificar se houve sonegação ou não de imposto. Os documentos não precisam, necessariamente, ser enviados fisicamente via Correios. Podem ser enviados por e-mail ou disponibilizados para consulta pela internet. Se o contribuinte preferir receber o extrato de pagamentos em papel, pode solicitar ao plano de saúde sem custos adicionais. Caso o extrato for enviado com informações incorretas, o contribuinte deverá pedir um novo documento à operadora do plano. Por isto é importante conferir cada informação apresentada.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2020?

A OdontoPrev, empresa de capital aberto, é a líder em planos odontológicos na América Latina, com mais de 6 milhões de beneficiários. A rede credenciada de cirurgiões dentistas da OdontoPrev é altamente especializada, com aproximadamente 28 mil profissionais.… Leia Mais