Como Consultar Extrato INSS para o Imposto de Renda?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já disponibilizou o Informe de Rendimentos ano-base 2018, para declaração do imposto de renda pessoa física 2019. O extrato já está disponível desde ontem (14/02/2019). Há duas formas de consultar o Extrato INSS para o imposto de renda 2019 sem sair de casa: A primeira opção de consulta é através do aplicativo Meu INSS. A segunda opção de consulta é através da emissão de Extrato INSS online no site da Previdência Social. Neste artigo, iremos aprender a realizar estas duas consultas do informe de rendimentos INSS para elaboração do ajuste anual de imposto de renda. Lembramos que, além destas consultas, o beneficiário também pode obter o extrato INSS nas agências de Previdência Social. Porém, para mais conforto ao cidadão, o INSS recomenda que a impressão seja feita na internet ou nos terminais de autoatendimento dos bancos.

Os aposentados e pensionistas beneficiários da Previdência Social já podem consultar o Extrato INSS para o Imposto de Renda 2019. O Extrato do INSS é o documento oficial da Previdência Social que comprova o recebimento dos benefícios previdenciários. Nesse informe de rendimentos são detalhados os valores dos benefícios, eventuais descontos, bônus e a data de recebimento dos valores. Trata-se do documento oficial para comprovação de rendimentos tributáveis e isentos a serem declarados no programa de ajuste anual do imposto de renda da pessoa física (DIRPF) 2019, ano base 2018.

Quem Deve Declarar Imposto de Renda em 2019?

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem declarar o imposto de renda neste ano. As declarações devem ser entregues até o dia 30 de abril de 2019. Quem perder o prazo precisará pagar uma multa de 1% do imposto devido por mês de atraso até o limite de 20% do valor ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior custo. Para evitar este gasto desnecessário, confira a seguir se você está obrigado a fazer a declaração.

  • Qualquer pessoa que tiver recebido no ano passado renda tributável de mais de R$ 28.559,70 precisa fazer a declaração de imposto de renda neste ano. Salário, por exemplo, é um rendimento tributável. Valores recebidos do INSS também são tributáveis. Ou seja, aposentados também ficam obrigados a fazer a declaração do imposto de renda, caso seus rendimentos, somados, sejam superiores a R$ 28.559,70.
  • Quem recebeu rendimentos não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte que, somados, resultem em valor superior a R$ 40 mil, também está obrigado a fazer a declaração de imposto de renda. Entre os rendimentos não tributáveis estão dividendos, indenizações, heranças, doações recebidas, dentre outros. Já os rendimentos tributáveis exclusivamente na fonte são os valores recebidos em concursos e sorteios, prêmios em dinheiro ou ganhos na loteria, além de juros sobre capital próprio.
  • O contribuinte que tem bens ou direitos cujo valor, somados, superem R$ 300 mil também precisa fazer a declaração do imposto de renda. Quem teve, em qualquer mês de 2018, algum ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos ao pagamento de imposto de renda terá que fazer a declaração.
Leia Mais