AGBK11-AGBK4

Seguindo o onda de Fintechs no mercado brasileiro, a Agibank segue os passos do PagSeguro e Banco Inter, se tornando mais uma fintech brasileira a abrir o capital em bolsa de valores. A Agibank entra no mercado como “uma empresa de tecnologia que oferece serviços financeiros”. A faixa de preço por ação é de R$13,87 a R$16,95. O número de ações em free float após a oferta (sem considerar o exercício da opção de ações suplementares) é estimado que um montante de 162.313.257 ações preferenciais estarão em circulação no mercado, correspondente a aproximadamente 25% do capital social do Agibank. Em breve o gráfico e a cotação em tempo real da AGBK11, aguarde.





Gráfico fornecido pela TradingView

Última Atualização
29 de maio de 2018 às 16:54:54
Número de Inscrição Data de Abertura
10.664.513/0001-50 – MATRIZ 27/02/2009
Nome Empresarial
BANCO AGIBANK S.A
Atividade Econômica Primária
Código Descrição
64.21-2-00 Bancos comerciais
Atividades Econômicas Secundárias
Código Descrição
64.63-8-00 Outras sociedades de participação, exceto holdings
Código e Descrição da Natureza Jurídica
205-4 – Sociedade Anônima Fechada
Logradouro Número Complemento
R MOSTARDEIRO 266
CEP Bairro Município UF
90.430-000 MOINHOS DE VENTO PORTO ALEGRE RS
Endereço Eletrônico Telefone
[email protected] (51) 3921-1000
Capital Social
R$ 313.384.448,58 (trezentos e treze milhões trezentos e oitenta e quatro mil e quatrocentos e quarenta e oito reais e cinqüenta e oito centavos)
Quadro de Sócios e Administradores
Nome Qualificação
MARCIANO TESTA 16-Presidente
MARINES BILHAR 10-Diretor
VITOR HRUBY 10-Diretor
GLAUBER MARQUES CORREA 10-Diretor
FERNANDO SILVA DIAS DE CASTRO 10-Diretor
PAULINO RAMOS RODRIGUES 10-Diretor
Situação Cadastral Data da Situação Cadastral
ATIVA 27/02/2009

IPO do Agibank

O IPO do Agibank terá uma distribuição primária de 89.272.291 ações preferenciais e uma distribuição secundária de 73.040.966 ações preferenciais, sem considerar o exercício da Opção de Ação Suplementar. O acionista vendedor também terá direito a exercer um direito de emissão de 24.346.988 ações preferenciais nas mesmas condições e no mesmo preço da oferta base, no caso de excesso de demanda, no decorrer da oferta. Esse direito será válido por 30 dias após o início da negociação das Units.

Em função da necessidade do Banco Central aprovar previamente o aumento de capital de instituições financeiras, a oferta consistirá de Units compostas por 1 ação preferencial (PN) e 1 recibo de subscrição decorrente do aumento de capital referente à Oferta Primária. Após a homologação do Banco Central, o recibo de subscrição será convertido em uma ação preferencial, levando cada Unit a ser composta por duas ações preferenciais (PN) da companhia.

Caso o Banco Central não homologue, o aumento de capital correspondente aos Recibos de Subscrição será cancelado. Nesta hipótese, as Units serão desmembradas nos valores mobiliários subjacentes, e o Banco estará obrigado a devolver aos então investidores os valores relativos aos Recibos de Subscrição, com base no Preço por ação, sem qualquer atualização. É possível que, após a homologação, as Units sejam desmembradas e passem a ser negociadas somente ações preferenciais da companhia, sob o código AGBK4.



História do Agibank

O banco, ex Agiplan, surgiu como financeira em 1999 em Caixas do Sul e ganhou tração após a compra do banco Gerador, em 2016. O Agibank, no final de março de 2018, tinha 535,6 mil clientes, crescimento de 68 por cento sobre um ano antes, atendidos por “canais digitais e uma rede de mais de 450 pontos de atendimento físicos em todo o território nacional”.

No primeiro trimestre, o Agibank teve uma carteira total de crédito de cerca de 1,3 bilhão de reais e lucro líquido de 58 milhões de reais após 15 milhões de reais no mesmo período de 2017, segundo o prospecto enviado à CVM. No ano passado como um todo, o lucro foi de 129 milhões de reais, alta de 18 por cento sobre o obtido em 2016. O banco tem planos para quintuplicar sua base de correntistas neste ano.